Como visitar a Casapueblo, em Punta Del Este, no Uruguai

by - 10:38:00 PM


Um dos lugares no Uruguai que eu gostaria de conhecer era Punta De Leste, basicamente por conta da Casapueblo, que nos lembra muito Santorini, aquela beleza na Grécia. E consegui, gente!





Antiga casa de verão de Carlos Páes Vilaró, artista plástico e arquiteto uruguaio, a Casapueblo é um museu que inclui uma galeria de arte, um hotel e um restaurante. Foi o próprio arquiteto quem desenhou a casa, com estilo semelhante às construções da costa mediterrânea de Santorini, na Grécia.
Um importante local do museu é a homenagem a Carlos Miguel, filho de Carlos Vilaró, um dos dezesseis sobreviventes do acidente aéreo de 13 de outubro de 1972, na Cordilheira dos Andes.

Primeiramente, é importante dizer que, para chegar à Punta Del Este, é preciso contratar um passeio em uma agência de turismo ou se aventurar via carro. Eu prefiro a primeira opção e, para isto, eu indico a galera da Brasileiros no Uruguai, uma agência de turismo que faz esse e outros passeios pelo país.
Fechei o passeio por R$170,00 por pessoa, preenchendo o formulário que eles tem no site deles, paguei no dia do próprio passeio, em reais e eles nos buscaram na porta de nosso hotel, nos trazendo ao hotel também. Gostei muito do serviço deles, gente: ônibus de turismo com ar condicionado e bem confortável (com banheiro, inclusive), guia turística (falando no famoso "portunhol", super tranquilo de compreender), passeio pelas principais atrações de Punta Del Este e ainda ganhamos um alfajor de brinde, veja só!

A Casapueblo fica em uma região um tanto que isolada na península de Punta Ballena, departamento de Maldonado, então o que dá pra fazer é visitar o museu, apreciar a vista deslumbrante do Rio de La Plata, curtir uma boa refeição no restaurante do lugar ou mesmo se hospedar no hotel da propriedade. A maioria das pessoas preferem o museu, que tem vários artigos de arte e cultura uruguaios ao público.

Parte do passeio é envolvido por emoção também. O museu reserva um espaço em homenagem a Carlos Miguel, filho do artista Carlos Vilaró, que foi um dos sobreviventes do acidente aéreo ocorrido no ano de 1972, na Cordilheira dos Andes. Um fato terrível que envolveu mortes, a luta pela sobrevivência e até mesmo canibalismo como tentativa de sobrevivência no frio extremo dos Andes. O rapaz sobreviveu, inclusive há fotos do reencontro com seu pai e demais registros visuais do acidente. Vale a pena conhecer um pouco mais dessa história no museu.

Além da parte artística do local, é possível tirar várias fotos incríveis por lá. A vista é belíssima e ainda dá pra posar de visitante da costa de Santorini, na Grécia, já que o lugar lembra bastante essa região grega.


Reserve um tempinho para tirar boas fotos com a vista do local. Vale muito a pena trazer essa recordação pra casa.

Se você for com um grupo de passeio turístico, se atente sempre ao horário de retorno ao ponto de encontro do pessoal. A tentação de ficarmos tirando fotos do lado de fora do museu é grande e pode ser que você se perca no horário.

A entrada no museu é paga e custou por volta de R$30,00.

Vale a pena também ficar para o famoso pôr do sol na Casapueblo. A vista deve ser realmente deslumbrante (saímos antes do entardecer, então não sei como é, gente.. sorry)

Gostei muito de conhecer a Casapueblo. É uma ótima oportunidade de conhecermos o Rio de La Plata, além de nos sentirmos um pouco na Grécia, rs.
Apesar de não haver muito o que se fazer em outro local próximo do museu, todo o local, desde a estrutura até a vista belíssima do rio vale a pena visitar.
Picaso e Carlos Vilaró

Hotel

Mamma.. <3

E você? Já foi à Casapueblo? Sim? Então conte aqui pra gente como foi!
Até o próximo post!

Já viu esses posts?

0 comentários

FOLLOW US @ INSTAGRAM