Como chegar à salina de Maras, no Peru

by - 10:36:00 PM


Maras é um povoado em que é possível conhecer uma salina em meio às montanhas da região. É uma boa oportunidade de conhecer uma região com paisagens desérticas no Peru.



Localizada no Vale Sagrado dos incas, Maras é uma cidade conhecida por suas salineras, as salinas em que o mineral evapora por quilômetros na região. Os povos incas cultivavam o sal e, à medida que a água evapora diante das condições climáticas da região, o sal se transforma em vários cristais, deixando o lugar mais bonito.
O mais indicado para chegar a Maras é contratar o passeio em uma das muitas agências de turismo de Cusco. Eu fiz com a Qori Inka Travel, que fica no centro de Cusco (em uma galeria quase em frente à Municipalidad del Cusco). A agência possui excelente atendimento e o funcionário foi bastante paciente em nos esclarecer as dúvidas que tínhamos, minha amiga e eu, sobre os passeios turísticos que gostaríamos de fazer.
Levamos aproximadamente 30min para chegarmos a Maras, saindo de Moray (clique aqui para ver o post sobre esse passeio em Cusco).

Os passeios turísticos em Cusco e em seus arredores são ótimas oportunidades para conhecermos a cultura e a história do povo peruano, então aproveite bastante para ouvir os relatos e informações dos guias turísticos que estão em todos os locais visitados pelos turistas.

Para chegar a Maras é necessário pegar a estrada de chão e poeira da cidade, no trajeto, já dá pra vermos parte da Cordilheira dos Andes bem ao longe, com seus picos cobertos de neve, lindos. Então aproveite pra apreciar a paisagem exuberante e tirar muitas fotos.

Chegando em Maras, é possível conhecer os trechos acidentados da salinera e ver o percurso que a água faz ao correr constantemente pelas "poças" de sal, depositando-se assim, o mineral nas "poças". Dá pra tirar fotos, fazer vídeos e curtir o espaço, rodeado por montanhas e em solo seco e empoeirado. 

Ao final do passeio, há uma pequena feira de artesanato e comidas típicas peruanas. Dá pra encontrar preços razoáveis em alguns produtos.
Como estávamos em grupo de turismo, o tempo para visita foi estipulado pela agência, mas percebi que levamos de 2h a 3h desde a chegada ao local.

Seja solidário quanto aos outros visitantes do lugar: como a salina é grande e tem muitos degraus pelos quais nós caminhamos para conhecer o lugar, tirar fotos por muito tempo, no mesmo lugar, pode atrapalhar o fluxo de pessoas e, consequentemente, causar certo transtorno.

Visite a salina com calçados confortáveis e roupas leves. Se o tempo estiver quente, o passeio torna-se bem cansativo, já que já algumas escadas e, se o local estiver cheio, é preciso andar um pedaço do caminho de acesso à salina e, em clima quente, tudo isso fica desconfortável.

Fique atento ao tirar fotos: pelo fato de o espaço para caminhar na salina é estreito, é fácil se distrair ao posar para fotos e correr o risco de cair nas "poças" de sal.
Sim, gostei de conhecer a salinera, mas mais pela paisagem do que pel lugar em si. A salina fica em meio às montanhas, em uma região muito bonita do Peru, com clima tipo desértico, o que parece deixar o lugar ainda mais rústico e lindo ao mesmo tempo.
Foi um passeio rápido, porém valeu a pena. E até foi bom ter sido rápido, porque o calor estava forte e, como o lugar é à céu aberto, o clima fica ainda mais quente.



E você? Já foi a Maras? Sim? Então conte aqui pra gente como foi!

Até o próximo post!

Já viu esses posts?

0 comentários

Dúvidas de viagem? Quer falar de sua experiência de aventura em viagem? Sugestões para o blog? Deixe um comentário aqui! :)

FOLLOW US @ INSTAGRAM