Hillsong Conference Sydney 2013: Dia 1

by - 12:45:00 AM


Como muitas coisas aconteceram nos 5 dias de Hillsong Conference que tivemos, decidi separar todas elas em posts, divididos por dias. Vamos lá.
No primeiro dia do evento a gente se sente um pouco perdido, muito animado, cheio de expectativas de momentos inesquecíveis e um tanto que cansado fisicamente (até por conta do voo e do fuso horário também). Nada que possa atrapalhar nossa vontade de participar de tudo. Chegamos lá depois de pegarmos um ônibus e o trem, que funcionam perfeitamente bem.



Como ficamos hospedadas bem distante do Sydney Olympic Park, tínhamos de sair de casa bem cedo. No primeiro dia deu tudo certo: nossa host mother imprimiu as orientações do site de transportes, com os horários e números dos ônibus e trens que tínhamos de pegar e, como já tínhamos sido orientadas a comprar o Weekly Pass, o bilhete que serve para pegarmos qualquer transporte, quantas vezes quisermos (dependendo do tipo de bilhete que você comprar), assim que chegamos na estação de trem de Parramatta, compramos o tal do bilhete. Para pegar qualquer trem em Sydney, você precisa se atentar ao letreiro digital, onde aparecem os horários e números dos trens que vão passar em determinada plataforma. Lembre-se disso quando estiver lá e quando você for ler meu próximo post, o Hillsong Conference: Dia 2. Você vai entender porquê.
Nossa agência marcou um encontro conosco antes da cerimônia de abertura (opening), para conversarmos sobre questões importantes como horários, preparo tanto físico quanto espiritual e uma das coisas mais importantes quando se é brasileiro e está na Hillsong Church: o comportamento com as pessoas conhecidas da Igreja. Sim, assunto importante. Tão importante, que acho até que vou separar uns tópicos aqui a respeito...

Eles não se sentem famosos: uma coisa que precisamos entender antes de chegar à Hillsong Church é que o foco da Igreja é, de fato, o Reino de Deus e não o ato das pessoas de lá. Não há nenhuma motivação para que pessoas se sintam mais importantes, relevantes ou destacadas no que fazem tanto lá quanto em outros lugares levando o nome da Igreja. Portanto, eles não se sentem famosos porque não são motivados por seus líderes nem por ninguém lá a se sentirem assim.

Eles são muito gentis: se posso usar um dos adjetivos para as pessoas conhecidas da Hillsong Church que vi de perto por lá é: gentileza. Que pessoas educadas e gentis! São amáveis tanto durante os momentos em que estão atuando no que fazem na Igreja em si quanto no próprio comportamento com as pessoas também. Estão sempre com um sorriso no rosto e com disposição em serem educados e humildes com todos.

Eles nem sempre vão ter tempo para parar e conversar: A rotina da Conference é intensa mesmo, ao ponto de algumas pessoas até desistirem de assistir a determinadas eletivas por conta do cansaço físico. E, se nós nos cansamos, imagine eles, que não param. Estão sempre cantando, ministrando eletivas, dando entrevistas no backstage (que é onde eles fazem a programação de bastidores do evento, convidando pastores, líderes e músicos da Igreja pra entrevistas e momentos divertidos, além de sessões de música também), enfim.. Caso você tente parar um deles no meio do corredor para aquela fotinho do Facebook, pode ser que eles não possam te dar atenção naquele momento, mas tenha certeza de que eles serão muito gentis e educados em te explicar isso.

Eles ficam "sem graça" em parar para tirar foto e afins: Se o objetivo deles é mostrar que o foco de nossas vidas deve ser Jesus e Seu Reino, eles não vão te motivar, de forma alguma, a você buscá-los para ser o foco do evento. Então, caso você consiga parar um deles (ou quem sabe mais de um) para tirar uma foto ou pedir um autógrafo, você vai perceber que provavelmente eles vão ficar um tanto que sem jeito, ou vão dizer que não podem naquele momento. Eles não estão lá pra esse tipo de coisa e, vai por mim, você vai continuar a amá-los mesmo assim.


Voltando ao evento. Logo na entrada da Acer Arena encontramos um mini palco, onde alguns alunos do College (segundo eu soube) ficam fazendo umas performances pro pessoal que ainda não entrou no estádio. E, não se assuste se você ouvir John Mayer, Katy Perry ou Coldplay nesses "shows" que eles fazem. A concepção de gosto musical secular é diferente da que temos aqui no Brasil (um dia quem sabe eu não faço um post a respeito disso?).
A primeira área que é aberta na Hillsong Conference é o hall principal, com stands de vendas de produtos e muitos DVDs a $10, inclusive. Comprinhas de primeiro dia feitas, entramos para a fila dos muitos portões do local. Tentamos ir para o de melhor visualização do palco e conseguimos. Ficamos quase em frente ao palco, numa distância boa para vermos tudo. E aí... Começou! Nem sei explicar o que senti quando as luzes se apagaram e a cerimônia de abertura começou. Foi lindo!
Passada a abertura, veio o Louvor. O primeiro de muitos momentos de Louvor do evento, com o Hillsong Live (agora Hillsong Worship) ministrando. Tivemos muitas boas surpresas nesse dia, como por exemplo, o momento "I Have Decided", onde uma pessoa da Igreja contava seu testemunho e a banda cantava uma canção relacionada a esse momento. O primeiro foi com o David Ware, um dos meus worship leaders favoritos. Aí veio Tulele Faletolu e cantou "Still". Aí.. Lágrimas rolaram. Muito de Deus esse momento.
Depois tivemos alguns anúncios importantes e a Palavra. Eles encerram com Louvor e Adoração e aí, é só esperar o monte de gente sair em fila indiana, para procurarmos o caminho de casa, impactadas, emotivas, bobas e sorridentes, como se estivéssemos em outra dimensão. E realmente era. Era a dimensão dos céus, porque a presença de Deus é inesquecível.
Se era longe pra irmos para o evento, era longe para voltar também. Já contei que eles não saem de casa depois das 18h, 19h?! Se nesse horário já estão em casa, imagine lá pelas 23h. A gente saía do ônibus sem enxergar o chão, porque além de não ter ninguém pra te dar uma informação (porque literalmente não há ninguém na rua), os postes de luz simplesmente não funcionam. Mesmo. Fora o frio. Mas graças a Deus conseguimos chegar em paz e, mesmo eu não tendo a mesma memória fotográfica da minha amiga, que me ajudou a desistir de entrar na casa dos outros, porque eu achava que era a nossa.

Amigas de intercâmbio.. <3

Eu, sendo turista, no Sydney Olympic Park, local da Hillsong Conference 2013

Amigos de intercâmbio.. Brazucas na Aus!

Relaxing antes da conference..

O hall de entrada da Conference, com os muitos standes de vendas

O palco de performances, que acontecem ao londo do evento. Ah, e a Rihanna só "tá ali" de propaganda do local de eventos do estádio, ok? 

A fila para um dos portões do estádio

Por dentro da Acer Arena (um dos complexos do Sydney Olympic Park)


Louvor com Hillsong Worship






Meu momento de choro-litros.. Tulele Faletolu ministrando Louvor com a canção "Still" (álbum "Hope", do Hillsong Music Australia, na época), no "I Have Decided"



E você? Já foi à Hillsong Conference? Sim? Então conte aqui pra gente como foi!

Até o próximo post!

Já viu esses posts?

0 comentários

FOLLOW US @ INSTAGRAM