INGLATERRA: Imigração

by - novembro 19, 2013

Foto: bbb.com

Muitas pessoas pensam que uma das maiores barreiras (se não a maior) em uma viagem para o exterior é a Imigração, já que eles fazem muitas perguntas, olham de uma forma diferente para os turistas e por aí vai. Mas vamos conversar um pouco a respeito disso? Pode ser que o que você pensa não seja de fato o que acontece quando atravessamos a fronteira do país.

Quando eu fui à Inglaterra fui preparada para enfrentar algumas possíveis situações: idioma diferente, choque cultural, choque térmico e afins. Nas reuniões em que tínhamos com o nosso grupo do intercâmbio tivemos orientações de como agir quando chegássemos na Imigração. E, pra ser sincera, essas orientações não passaram do: "Vocês vão ter uma conversa rápida com o funcionário da Imigração"... E é isso mesmo! É apenas uma conversa. Nada de checar bagagem, perguntar sobre seu histórico de vida, o que gosta de fazer... Nada disso. A Imigração é uma das áreas do aeroporto onde existem vários guichês, com vários funcionários (incluindo policiais, obviamente), fazendo algumas perguntas para várias pessoas. E eles perguntam coisas do tipo: "O que você veio fazer na Inglaterra?"; "Você vai ficar hospedado em hotel?"; "Quanto tempo você pretende ficar no país?" e por aí vai... Esse contato com o funcionário não dura mais do que 5 minutos, geralmente. Ok, fui com o grupo de estudantes do nosso curso, o que facilita bastante, já que a documentação é diferente: levamos o comprovante de matrícula do curso no exterior, informações da nossa Host Family etc. Mas, caso você esteja indo sozinho, acredito que eles vão perguntar basicamente as mesmas coisas. Também pedem o seu passaporte (para o famoso carimbo), além dos documentos que acabei de mencionar, para fins de checagem. Mas nada de "análise de perito", apenas olham.
Como é uma espécie de entrevista, pode relaxar! Você vai apenas contar um pouco do que você está indo fazer na Inglaterra. Caso fique muito nervoso, pode sorrir um pouco, respirar fundo sutilmente (não precisa demonstrar um quase enfarto) e, caso não tenha entendido o que o funcionário disse (o que é possível de acontecer, já que o assent britânico é bem diferente do americano, que costumamos ouvir bem mais), pode pedir pra ele repetir sem problemas. Se você não se sente seguro para responder (nem tentar entender as perguntas) em inglês, acredito que seja possível conversar em Espanhol. Não sei desta informação, mas é bom checar antes de viajar.

Penso que o importante é pedir a Deus pra dar tudo certo e ir tranquilo! Não há motivo para pânico. É apenas uma conversa a respeito de você.

Até o próximo post!

You May Also Like

0 comentários